MÃES EDUCADORAS E PROFISSIONAIS: educação feminina em Teresina na primeira metade do Século XX

Autores

  • Elizangela Barbosa Cardoso Dra. (UFPI)

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i10.104

Palavras-chave:

Educação feminina, Relações de gênero, Profissionalização,

Resumo

O objetivo deste artigo é apresentar análise panorâmica acerca da educação formal feminina, em Teresina, na primeira  metade do século XX, e abordar, igualmente, as representações de educação  das mulheres, em disputa na hierarquização do social. Trabalha-se com um  corpus documental composto por memórias, matérias veiculadas em jornais e dados censitários. Conclui-se que, embora as mulheres no período em estudo, tenham sido alvo de uma educação formal que as encaminhava para os papéis femininos  tradicionais, nem todas se subjetivaram incorporando as representações de gênero dominantes. Isto porque, contraditoriamente, a educação feminina reproduziu hierarquias e desigualdades de gênero e também contribuiu para elas fossem problematizadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-12-15