MUITA TERRA”¦ SEM COMÉRCIO”. O Estado do Maranhão e as rotas atlá¢nticas nos séculos XVII e XVIII

Autores

  • Rafael Chambouleyron Prof. Dr. Universidade Federal do Pará-UFPA Belém, Pará- Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v8i12.54

Palavras-chave:

Comércio, Rotas Atlá¢nticas, Estado do Maranhão e Pará, Séculos XVII e XVIII.

Resumo

Este texto analisa o modo como a questão do comércio que se estabelecia com o Estado doMaranhão e Pará foi analisada pelos diversos grupos envolvidos, tanto na Corte como no próprioEstado. O artigo aborda os problemas enfrentados pelo comércio atlá¢ntico que ligava o Estado doMaranhão e Pará ao império, bem como aponta para a especificidade das rotas que inseriam a regiãonesse contexto.

Downloads

Publicado

2011-11-15