A DISCIPLINA E SUAS NORMAS: A HIGIENIZAÇÃO DA CARNE E DOS ESTABELECIMENTOS E A ATUAÇÃO DOS Aá‡OUGUEIROS E MARCHANTES EM BELÉM NA VIRADA DO XX.

Autores

  • Fabrá­cio Herbeth Teixeira da Silva Mestrando PEPGH-PUC São Paulo, SP - Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v8i12.52

Palavras-chave:

Higienização, Disciplina, Açougues, Açougueiros e Marchantes,

Resumo

Este artigo estuda as normas de higienização e a atuação dos comerciantes de carne verde nacidade de Belém entre os anos de 1899 a 1908. Por meio da atuação da Intendência e as práticas deembelezamento  da  cidade,  buscou-se  compreender  os  discursos  de  higienização  propagados  nosdocumentos e as alternativas de controle do mercado das carnes através da atuação dos marchantesque  transgrediam  os  códigos  de  postura  vigentes  na  época.  Nesse  momento  percebeu-se  que  aimprensa paraense atuava como porta-voz dos direitos da população, principalmente em defesa dofornecimento regular, da qualidade e dos preços baixos da carne, por meio da publicação dos dramasda vida cotidiana dessa população, geralmente nas primeiras páginas ou nas colunas de destaque,dando visibilidade ao problema do abastecimento de carne, conforme seus interesses.

Downloads

Publicado

2011-11-19