CLIO E MNEMOSINE: a disputa pela História e pela(s) memória(s) da Revolução Mexicana

Autores

  • Fábio da Silva Sousa Mestrando em História Social pela Universidade Estadual Paulista Bolsista da FAPESP, Fundação de Amparo á  Pesquisa do Estado de São Paulo

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v6i7.191

Palavras-chave:

Revolução Mexicana, História, Memória, México,

Resumo

A Revolução Mexicana foi um dos acontecimentos mais significativos da História Contemporânea. Eclodida antes da Primeira Guerra Mundial e da Revolução Russa, esse singular processo revolucionário, que está no limiar do seu centenário comemorativo, continua tendo a sua História e a sua Memória disputada pela sociedade mexicana. Dentro desse contexto, esse artigo pretende analisar a formação e as características dessa disputa, empreendidas pelo governo, movimentos sociais e personalidades políticas e culturais, que almejam serem os portadores dessa História e dessa Memória.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-07-15