TROPAS DE PRETOS E PARDOS EM MINAS GERAIS: o recrutamento para a guerra luso-castelhana (1766-1780)

Autores

  • Leandro Francisco de Paula Mestrando em História pela Universidade Federal do Paraná Bolsista do CNPq

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i9.119

Palavras-chave:

Reformismo ilustrado, Mobilização militar, Tropas de pretos e pardos,

Resumo

O presente estudo analisou o recrutamento de pretos e pardos emMinas Gerais na segunda metade do século XVIII, dando ênfase ao períodocompreendido entre os anos de 1775 e 1777, ou seja, no momento em que seintensificaram os conflitos luso-castelhanos ocorridos nas partes meridionais daAmérica portuguesa. Para isso nos servimos de ampla documentação do ArquivoHistórico Ultramarino (Lisboa), disponível através do Projeto Resgate.Cruzamos as informações obtidas na dita documentação, com outras relevantes ao tema abordado. Pretendeu-se,com isso, entender todo o processo envolvido no recrutamento de pretos e pardos para a guerra luso-castelhanadas partes meridionais da América portuguesa, bem como compreender o envio desses homens de cor para a áreade conflito, além das consequências políticas, econômicas e, principalmente, sociais, que, nessa conjuntura, seseguiram na capitania de Minas Gerais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-31