TROPAS DE PRETOS E PARDOS EM MINAS GERAIS: o recrutamento para a guerra luso-castelhana (1766-1780)

Autores

  • Leandro Francisco de Paula Mestrando em História pela Universidade Federal do Paraná Bolsista do CNPq

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i9.119

Palavras-chave:

Reformismo ilustrado, Mobilização militar, Tropas de pretos e pardos,

Resumo

O presente estudo analisou o recrutamento de pretos e pardos emMinas Gerais na segunda metade do século XVIII, dando ênfase ao perá­odocompreendido entre os anos de 1775 e 1777, ou seja, no momento em que seintensificaram os conflitos luso-castelhanos ocorridos nas partes meridionais daAmérica portuguesa. Para isso nos servimos de ampla documentação do ArquivoHistórico Ultramarino (Lisboa), disponá­vel através do Projeto Resgate.Cruzamos as informações obtidas na dita documentação, com outras relevantes ao tema abordado. Pretendeu-se,com isso, entender todo o processo envolvido no recrutamento de pretos e pardos para a guerra luso-castelhanadas partes meridionais da América portuguesa, bem como compreender o envio desses homens de cor para a áreade conflito, além das consequências polá­ticas, econômicas e, principalmente, sociais, que, nessa conjuntura, seseguiram na capitania de Minas Gerais.

Downloads

Publicado

2010-05-31