A LENTA CONSTRUÇÃO DO PROJETO PRIVATISTA: a política econômica brasileira entre 1964-1974

Autores

  • Monica Piccolo Almeida FAETEC — RJ

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i10.89

Palavras-chave:

Privatização, Polá­tica Econômica, Gramsci,

Resumo

O presente artigo pretende analisar o lento processo de construção do discurso legitimador do projeto privatista implementado no Brasil com força total a partir do governo de Fernando Collor de Melo (1990-1992). Parte-se da hipótese central de que a crise em que se encontravam as Empresas Estatais no final da década de 1980 tem suas origens na nova orientação da política econômica brasileira implementada pela ditadura civil-militar que chegou ao poder através do golpe de 1964. Assim sendo, tomando como referencial o arcabouço gramsciano, serão objeto de investigação  as agências e seus principais agentes que no controle do Estado Restrito, redefiniram os rumos da política econômica brasileira, ou seja, o Ministério da Fazenda, o Ministério do Planejamento, o Banco Central e o Banco do Brasil no período entre 1964 e 1974.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-11-10