FEIRA DAS YABÁS E O PROJETO “MUSEU AFRODIGITAL RIO: memória entre gerações nos quintais do samba da Grande Madureira”

Autores

  • MARIA ALICE REZENDE GONÇALVES Universidade Estadual do Rio de Janeiro
  • MAURÍCIO BARROS DE CASTRO Universidade Estadual do Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v15i25.638

Palavras-chave:

Polá­ticas culturais. Museu Digital. Memória. Samba. Gastronomia. Sociabilidade.

Resumo

Resumo: Este artigo tem como objetivo refletir sobre memória, samba e políticas culturais a partir dos resultados obtidos com o projeto de pesquisa “Museu Afrodigital Rio: memória entre gerações nos quintais do samba da Grande Madureira” desenvolvido pelo Museu Afrodigital Rio (http://www.museuafrorio.uerj.br/), no período de 2012-2016. Trata-se de um museu digital, conectado em rede nacional com outros museus da mesma natureza, que tem como objetivo a preservação da história e da memória dos afro-brasileiros no estado do Rio de Janeiro. O referido projeto de pesquisa dedicou-se a investigar os rituais e tradições que permeiam os festejos realizados nos quintais das casas das “tias” do samba, das mães de santo, dos jongueiros e das cozinheiras da culinária afrorreligiosa na Grande Madureira, região da cidade do Rio de Janeiro. Esta região concentra um grande número de manifestações e associações de matriz africana. Concluímos que o quintal é espaço de sociabilidade e local privilegiado de convívio e realização de práticas que vão do profano ao religioso, e que, de algum modo, ainda trazem memórias de gerações passadas.

Palavras-chave: Políticas culturais. Museu Digital. Memória. Samba. Gastronomia. Sociabilidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

MARIA ALICE REZENDE GONÇALVES, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

 

Doutora em Saúde Coletiva (UERJ). Professora Associada do Departamento de Ciências Sociais e Educação (UERJ)

Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

 

MAURÍCIO BARROS DE CASTRO, Universidade Estadual do Rio de Janeiro

 

Doutor em História (USP). Professor Adjunto do Instituto de Artes (UERJ).

Rio de Janeiro-RJ, Brasil.

 

Downloads

Publicado

2018-06-28