"DOS ÚTEIS EFFEITOS DA SOCIABILIDADE E DAS VANTAGENS DA CIVILISAÇÃO": A questão indá­gena e sua representatividade nos gabinetes provinciais do Rio Grande do Sul (1846-1870)

Autores

  • Sandor Fernndo Bringmann Doutorando PPGH-UFSC/Bolsista CAPES Florianópolis, Santa Catarina-Brasil

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v8i12.51

Palavras-chave:

Kaingang, Discursos, Polá­tica, Rio Grande do Sul,

Resumo

Neste artigo discutimos algumas questões referentes á  representatividade dos discursos dasautoridades  provinciais  sul-rio-grandenses  frente  ao  processo  de  ”civilização”  e  catequese dosindá­genas do grupo Kaingang, habitantes das regiões norte e nordeste do Rio Grande do Sul. Atravésda análise de fontes documentais e textuais, buscamos deslindar a representação hegemônica sobre osKaingang e  identificar  como  os  estereótipos instituá­dos  vão  influenciar  nas  ações  do  governoprovincial, ora para pacificar os indá­genas através das estratégias de atração, ora para controlar á  forçasuas tentativas de resistência ao ideário governamental.

Downloads

Publicado

2011-12-15