UM CIGARRO PARA UM AMIGO: a Guerra Civil Espanhola na Imprensa Comunista Mexicana

Autores

  • FáBIO DA SILVA SOUSA Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v13i21.508

Palavras-chave:

Imprensa Comunista. México. Espanha.

Resumo

Em 1936, eclodiu na Espanha a Guerra Civil. Esse conflito ceifou vidas, soterrou sonhos e foi uma derrota para anarquistas e comunistas. Na América Latina, o México, então governado pelo Gen. Lázaro Cárdenas, apoiou os combatentes republicanos. Além do governo, os comunistas mexicanos também se engajaram nessa Guerra. O Partido Comunista Mexicano (PCM) utilizou as páginas do periódico El Machete para noticiar o desenrolar do conflito e também para angariar apoio aos republicanos. Assim, o presente artigo objetiva analisar o material impresso da Guerra Civil Espanhola publicado nas páginas do El Machete de 1936 a 1938. Por meio de uma análise do material, serão discutidas as estratégias discursivas que o periódico comunista mexicano utilizou em sua cobertura do conflito espanhol e a imagem que ele construiu para os leitores sobre a Guerra que estava em curso do outro lado do continente latino-americano.

Palavras-chave: Imprensa Comunista. México. Espanha.


A CIGARETTE FOR A FRIEND: The Spanish Civil War in the Mexican Communist Press

Abstract: In 1936 the Civil War broke out in Spain. Such fighting mowed down lives, buried dreams and was a defeat for anarchists and communists. In Latin America, Mexico, then, ruled by General Lazaro Cardenas, supported the Republican fighters. Besides the government, the Mexican communists also supported the war. The Mexican Communist Party (MCP) used its periodical - the El Machete - to report the course of the conflict and also to raise support for the Spanish Republicans. Thus, this article aims to analyze the printed material from the Spanish Civil War published on the pages of El Machete from 1936 to 1938. Through the analysis of the material selected, it will be discussed the discursive strategies that the Mexican Communist journal used in its coverage of the Spanish conflict and the image it has presented to its readers about the war that was taking place across the Latin American continent.

Keywords: Communist Press. Mexico. Spain.

 


UN CIGARRILLO A UN AMIGO: La Guerra Civil Española en la Prensa Comunista Mexicana

Resumen: En 1936 estalló en España la Guerra Civil. Este conflicto se ha cobrado vidas, sueños fueron enterrados y fue una derrocada para los anarquistas y comunistas. En América Latina, el México gobernado por el Gen. Lázaro Cárdenas apoyó a los combatientes republicanos. Además del gobierno, los comunistas mexicanos también participan en esa Guerra. El Partido Comunista Mexicano (PCM) utilizó las páginas del periódico El Machete para informar el curso del conflicto y también para obtener el apoyo a los republicanos. Este artá­culo tiene como objetivo analizar el material de impresión de la Guerra Civil Española publicado en las páginas de El Machete, en el perá­odo de 1936 hasta 1938. A través del estudio de ese material, se discutirán las estrategias discursivas que El Machete utilizó en su cobertura del conflicto español y la imagen que se construyó para los lectores del periódico comunista mexicano de esa Guerra que estaba en marcha del otro lado del continente latino-americano.

Palabras claves: Prensa comunista. México. España.

Biografia do Autor

FáBIO DA SILVA SOUSA, Universidade Federal de Mato Grosso do Sul.

Doutor em História e Sociedade pela Faculdade de Ciências e Letras, UNESP - Univ. Estadual Paulista (2015), instituição na qual realizou o seu mestrado (2010) e a sua graduação (2007). Atua na área de História, com ênfase em História da América, História da Imprensa, História Comparada, Comunismo e Anarquismo. Autor do livro "Operários e Camponeses: A repercussão da Revolução Mexicana na imprensa operária brasileira (1911-1918)", publicado em 2012. Participa do grupo de pesquisa do CNPQ "História Visual, Artistas e Intelectuais", coordenado pelo Prof. Dr. Carlos Alberto Sampaio Barbosa (Faculdade de Ciências e Letras, UNESP - Univ. Estadual Paulista). Atualmente desenvolve pesquisa de Pós-doutorado em História na Faculdade de Ciências e Letras, UNESP - Univ. Estadual Paulista (2015), na linha de "Polá­tica: Ações e Representações". Professor Adjunto A de História da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul - UFMS/Nova Andradina/CPNA.

Downloads

Publicado

2016-06-30