O ANTICOMUNISMO DO SERVIá‡O NACIONAL DE INFORMAÇÕES NA DITADURA CIVIL-MILITAR BRASILEIRA

Autores

  • DANIEL TREVISAN SAMWAYS Universidade Federal do Paraná

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v11i17.330

Resumo

O discurso anticomunista e de combate á  subversão foi uma das bases da ditadura civil-militar durante longos 21 anos de violência e terrorismo estatal. Combater os comunistas e sua doutrina, o comunismo, foi uma das principais metas dos aparelhos repressivos e de informações, que buscavam mapear e reprimir supostos subversivos, usando, em muitos casos, de métodos de tortura para obter informações. Neste sentido, a comunidade de informações, que tinha no Serviço Nacional de Informações seu principal órgão, buscou também reforçar uma imagem negativa do comunismo. O SNI, ao longo de sua existência, utilizou de diversas técnicas para obter informações sobre os passos dos comunistas, mas também produziu uma grande quantidade de relatórios e documentos sobre o comunismo, inclusive o internacional.

Palavras-chave: Ditadura civil-militar. Anticomunismo. Comunismo.

 

THE ANTICOMMUNISM OF THE NATIONAL INTELLIGENCE SERVICE IN BRAZILIAN CIVIL-MILITARY DICTATORSHIP

Abstract: The speech anticommunist and anti-subversion was one of the foundations of civil-military dictatorship during 21 long years of violence and state terrorism. Fight the communists and their doctrine, communism, was a key goal of the repressive apparatus and information, seeking to map and prosecute alleged subversives, using, in many cases, methods of torture to obtain information. In this sense, the intelligence community, which had the National Information Service (SNI) its main organ, also sought to reinforce a negative image of communism. The SNI over its existence, used various techniques to obtain information on the steps of the Communists, but also produced a large number of reports and documents on communism, including international.

Keywords: Civil-military dictatorship. Anticommunism. Communism.

 

EL ANTICOMUNISMO DEL SERVICIO NACIONAL DE INFORMACIONES EN LA DICTADURA CIVIL MILITAR BRASILEá‘A

Resumen: El discurso anticomunista y de combate a la subversión fue una de las bases de la dictadura civil militar durante largos 21 años de violencia y terrorismo estatal. Combatir los comunistas y su doctrina, el comunismo, fue una de las principales metas de los aparatos represivos y de informaciones, que buscaban mapear y reprimir supuesto subversivos, utilizando, en muchos casos, métodos de castigo para obtener su principal órgano; procuró también reforzar una imagen negativa del comunismo. El SNI , a lo largo de su existencia, empleó diversas técnicas para obtener informaciones sobre las decisiones de los comunistas, pero también produjo una gran cantidad de relatos y documentos sobre el comunismo, incluso el internacional.

Palabras clave: Dictadura civil militar. Anticomunismo. Comunismo.

 

Biografia do Autor

DANIEL TREVISAN SAMWAYS, Universidade Federal do Paraná

Doutorando em História pela Universidade Federal do Paraná Bolsista da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Ná­vel Superior (CAPES)

 

Downloads

Publicado

2014-07-31