“A CONVENCIONAL RECUSA DA POPULAÇÃO A CERTOS TRABALHOS AGRÍCOLAS, QUE JULGÃO DESTINCTIVO DA ESCRAVIDÃO”: o trabalhador ideal para o Cariri Cearense da segunda metade do século XIX

Autores

  • ANA SARA RIBEIRO PARENTE CORTEZ Universidade Federal do Ceará

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v11i18.317

Palavras-chave:

História. Trabalho. Século XIX.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

ANA SARA RIBEIRO PARENTE CORTEZ, Universidade Federal do Ceará

Professora de História Econômica na Universidade Federal do Ceará - Campus de Sobral. Possui Mestrado em História Social pela Universidade Federal do Ceará, onde também cursa Doutorado. Tem experiência na área de História, com ênfase em História, atuando principalmente nos seguintes temas: escravidão, história social, pesquisa, história e teoria.

Downloads

Publicado

2014-12-15