APORTES PARA (RE)DISCUSSáƒO DA NOÇÃO DE CAMPO RELIGIOSO

Autores

  • Cidinalva Silva Cá¢mara Graduada em História Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão, Mestranda em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Maranhão
  • Wheriston Silva Neris Graduado em História Licenciatura pela Universidade Federal do Maranhão, Mestrando em Ciências Sociais pela Universidade Federal do Maranhão

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v5i6.210

Palavras-chave:

Campo Religioso, Pierre Bourdieu, Teoria dos Campos.

Resumo

Pretende-se realizar um debate sobre os usos e abusos da utilização operacionalizada da noção decampo religioso de Pierre Bourdieu, tratando de assinalar sua pertinência relativa e, ao mesmo tempo, dequestionar as formas de mumificação a que tem sido submetida. Recorre-se a vários estudos que também sepropõem a essa mesma tarefa dando, porém, maior destaque aos trabalhos de Bernard Lahire2. Para aqueles quevêm acompanhando um pouco dos debates a respeito das transformações ocorridas no século XX decorrentes daintensificação das disputas entre inúmeras denominações religiosas, é fácil perceber o emprego corrente danoção de campo religioso como recurso explicativo para esse processo. Propõem-se três reflexões bem sucintas.A primeira refere-se a questões relativas á  relação entre a noção de campo religioso e a Sociologia da ReligiãoWeberiana; a segunda, á s relações entre campo religioso e campo do poder; e por último, discute-se ahistoricização da noção de campo religioso, apontando alguns limites que devem ser considerados quando setrata de pensar especificidades de nossa configuração social.

Downloads

Publicado

2008-12-15