ORIGENS DO TRABALHISMO: a experiência de Pedro Ernesto Baptista na década de 1930

Autores

  • Thiago Cavaliere Mourelle Arquivo Nacional, Rio de Janeiro

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v6i7.187

Palavras-chave:

Pedro Ernesto, Populismo, Trabalhismo, década de 1930,

Resumo

Pedro Ernesto, interventor e depois prefeito eleito do Rio de Janeiro, então Distrito Federal, foi aos poucos aprofundando suas relações com os trabalhadores, o que causou o descontentamento de grupos políticos e sociais que sentiram seus interesses afetados. A popularidade obtida por Pedro Ernesto assustou não só os grupos de direita, como também os de esquerda, que viram o prefeito como um concorrente à obtenção da atenção da população pelo Partido Comunista Brasileiro e pela Aliança Nacional Libertadora. Mas o grande opositor do prefeito viria a ser o presidente da República e os homens do governo federal, que viram Pedro Ernesto como uma força política que crescia nacionalmente e que poderia se tornar um concorrente em potencial. Caso isso ocorresse, seriam prejudicados os planos que visavam à manutenção de Vargas no poder e o estabelecimento da ditadura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2009-07-15