EMáLIA FREITAS E A ESCRITA DE AUTORIA FEMININA NO SÉCULO XIX

Autores

  • Régia Agostinho da Silva UFMA

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i9.130

Palavras-chave:

História, Literatura, Escrita, Mulheres,

Resumo

Este artigo visa compreender a atuação de Emá­lia Freitas, (1855-1908),  no século XIX, como escritora abolicionista e espá­rita. Nesse intuito tomamos o  livro ”A Rainha do Ignoto” publicado pela autora em 1899 para  compreendermos a partir dessa narrativa singular a atuação de Emá­lia Freitas no  mundo das Letras oitocentista, perá­odo em que sabemos eram raros os escritos e  livros feitos por mulheres, na medida em que a escrita de autoria feminina,  embora escassa pode também nos ajudar a entender o  mundo feminino do século XIX e a sociedade que o  cercava.

Downloads

Publicado

2010-06-02