“OS SENHORES DO SENADO”: oficiais camarários e status de nobreza no Maranhão Colonial

Autores

  • Arlindyane Santos Graduada em História pela UEMA

DOI:

https://doi.org/10.18817/ot.v7i9.117

Palavras-chave:

Senado da Cá¢mara, Maranhão colonial, Reinvenção, Nobreza,

Resumo

Nos trâmites do jogo político colonial, o fato de pertencer ao Senado daCâmara detonava prestígio aos indivíduos e permitia que produzissem discursos epráticas de distinção social e nobilitação. No Antigo Maranhão, entendidoenquanto uma região pertencente ao Império luso no Antigo Regime, essesoficiais da Câmara reinventaram o tradicional conceito de nobreza (de corte,hereditária, titulada) e adequaram-no às circunstâncias e aos elementos locais que tinham à disposição. Nesteartigo, pretendo discutir as formas e estratégias utilizadas por esses homens para reinventarem localmente a ideiade nobreza, moldando-a as suas possibilidades e interesses, garantindo assim um eficaz reconhecimento entreseus pares na colônia.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-06-13

Como Citar

Santos, A. (2010). “OS SENHORES DO SENADO”: oficiais camarários e status de nobreza no Maranhão Colonial. Outros Tempos: Pesquisa Em Foco - História, 7(9). https://doi.org/10.18817/ot.v7i9.117